terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

2h43'20"



Ontem concluí uma maratona pela oitava vez. Todos os anos, desde 2006, tenho, anualmente, realizado pelo menos uma destas provas. Desta vez, foi em Sevilha, cidade onde também já havia corrido em 2010.


video


No video, o Vasco chega perto das 2h43'20 oficiais, eu, de vermelho, uns segundos depois, do lado direito da imagem, na frente de um grupo.


Depois de 16 semanas de preparação, sem qualquer percalço, considerava-me em condições e estava disposto a fazer melhor do que os meus últimos desempenhos na distância. Estava bem treinado, havia feito uma abordagem correcta à prova, nos dias que a antecederam, as condições atmosféricas eram excelentes, especialmente para mim que não gosto de frio.


Tinha pensado correr sempre na companhia daquele que foi o meu principal parceiro de treino neste planeamento: o Vasco Rodrigues. Contudo, um desencontro de última hora fez com que acabasse por partir numa má posição, o que resultou num primeiro quilómetro muito mais lento do que o desejável.
A partir daí entrei finalmente no ritmo que tinha previsto, aproximadamente a 3'45"/Km. Cheguei mesmo a fazer um quilómetro a bater nos 3'30", sempre na expectativa de apanhar o Vasco, que sabia seguir mais à frente.


Tendo resultado infrutífera essa tentativa, acabei por me manter num grupo que alcancei perto do km 11. Era um grupo que rodava na casa dos 3'/50", com cerca de 7 unidades. Foi aí que me integrei a espreitar o grupo do Vasco que levava cerca de 100m de avanço.


O grupo foi perdendo unidades, acabando só por ficar eu e um atleta espanhol. Acabámos por alcançar o Vasco apenas ao Km 37. Ele preferiu não nos acompanhar e acabou por se atrasar cerca de 25m. Contudo, ao km 39 começo a entrar em perda e sou alcançado pelo Vasco ao Km 40. Fizemos um quilómetro juntos e, na derradeira aproximação ao Estádio descolo. Já dentro do estádio perco mais uma posição. Mas ainda tinha uma réstia de energia para "sprintar" nos últimos 200m e assim, não só desfazer a ultrapassagem de que havia sido alvo, como também, ganhar mais uma posição.


Registo final de 2h43'20", 60º da geral entre 5.500 atletas e 4º no meu escalão. Aqui foi a parte amarga. Fiquei a um miserável segundo do pódio com um tempo real (o tempo de chip) melhor do que o meu adversário que, por sinal, era também português.


Agradecimentos:

  • Ao Vasco e ao Salvador. Especialmente ao Vasco, com quem partilhei a quase totalidade dos 1500 Km, de preparação mesmo aqueles que fizemos às 6h30.
  • Ao Miguel, ao Luís Santos e de novo ao Salvador meus companheiros de viagem a Sevilha.
  • Ao João Luís e a Ana Serôdio, à Rita Ramos, ao Victor, Gonçalo, Helena e Gabriel Vicente, à Ivana Coimbra, à Ivone e ao Hugo, à Isabel, ao David e à Susana, à Sandra e à Leitão, pelo incansável apoio em cada esquina do percurso.
  • Ao Vasco, ao Salvador, Nuno Dias, João Serôdio, Luís Santos, Miguel, Silva e Leitão, por terem alinhado em enfrentar a mítica distância.



Notas:

  • Alojámo-nos num hotel gay friendly para que Salvador pudesse passar despercebido. Quem é amigo? Quem é? lol
  • Combinámos com os Vicentes à porta do estádio de futebol. Nós estávamos no do Bétis, eles esperavam-nos no do Sevilla. lol
  • Na véspera, O Miguel preparou cuidadosamente, o seu cinto de abastecimentos com várias embalagens de gel. Quase a chegarmos ao estádio deu conta de que o tinha deixado no quarto do hotel. Lá fizemos um peditório de geis para o desenrascar. lol



Agora os objectivos passam a estar focados no Triatlo, apontados para o evento do ano: o Campeonato do Mundo de Distância Longa em Vitoria-Gasteitz, onde nadarei 4Km, pedalarei durante 120Km e terminarei com uns saborosos 30Km de corrida.


Peço-vos que vão ao meu ao meu Facebook e, no video que partilhei em  http://www.facebook.com/profile.php?id=658488165 , façam GOSTO. Estou num concurso para ganhar uma inscrição para o Lisboa Triathlon. 

5 comentários:

paulo lamego disse...

Continuas uma fera na distância mitíca;) e é um bom treino para os triatlos longos. Descança duas semanitas e treina na bike, e na piscina. Nos triatlos longos, mesmo que fiques em 4º é porque a concorrência é brutal e de excelente nível;)
No entanto, vais levar com o pé de cabra nos sprint's e olimpicos;)
abraços

Lénia disse...

Parabéns, Fernando!
Quando for grande, quero correr assim como tu :-)

Espero ver-te a correr no Half em V.R. St. António.

Até breve!

Hugo Gomes disse...

Muitos parabéns Fernando!
Depois de uma longa preparação sabe bem alcançar os objectivos.
Um abraço!

João Correia disse...

Muito bom tempo, Fernando. Na mouche!
Parabéns.

Ricardo Francisco disse...

Mais uma e mais um excelente trabalho ! Parabéns e agora é pedalar e nadar com fartura !
Dá para me «emprestares» a tibia da perna esquerda ? Só por uns mezinhos tá ok ? :)))

Forte abraço de alguém com «inveja» no bom sentido !